quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Mais um feliz Dia 21 no calendário Gianellino!

21 de janeiro de 2016: “Dia da Família Gianellina”!
Saudações à Família Gianellina, no primeiro "dia 21" do ano 2016.
Janeiro é o mês que abre a “porta santa” de um novo ano, convidando-nos a vivê-lo como um tempo de graça, no horizonte da misericórdia.
Esta mensagem é para todos os/as Gianellinos/as, mas com o olhar voltado para as Madres e Irmãs que estão reunidas na Terra Santa.
Em outros janeiros, nos Capítulos Gerais, é feito o “Giro Gianellino” levando grupos de Filhas de Maria a beber nas fontes do Instituto a água do Carisma.
Neste janeiro, no Encontro do Governo Geral, Provinciais, Delegada e Conselheiras na Terra Santa é feito um “Giro Evangélico” em que 21 Filhas de Maria têm oportunidade de “beber água nas fontes do Libertador” (cf. Is 12), tendo contato com os lugares em que Jesus viveu, conviveu e anunciou o Reino. Esse é um “giro” que dá sentido a tantos “giros” feitos pelas Gianellinas, nos 187 anos de história do Instituto. É um “giro” que pode fazer a diferença na vida e missão das Filhas de Maria no mundo.

Pondo os pés na “terra santa”, imaginamos que nossas representantes põem o pensamento e o coração nas múltiplas “terras santas” onde estão presentes membros da Família Gianellina.
Queridas Madres, estamos unidas a cada uma e elevamos a Deus muitas preces por vocês. Desejamos que, onde estiverem, sintam a mão de Deus derramando bênçãos em seus corações e em seus trabalhos. Confiamos em vocês como pessoas movidas por um Carisma e de coração cheio de misericórdia.
Agradecemos pelas notícias e fotos que nos enviam e divulgam nas redes sociais.

Estando na Terra Santa, vivam felizes este dia 21 e os outros dias desse Encontro.
E nós, que estamos espalhadas pelo mundo, mas em comunhão com vocês e ligadas nesse evento do Instituto na Terra Santa, queremos abrir as portas dos corações e das comunidades para acolher as centelhas do Espírito de Jesus que vocês nos trarão, para reacender o fogo do Carisma em nós e nas nossas “terras santas”! 
Abraços e votos de Bem a cada membro da Família Gianellina!
Neiva Moresco, fmh
Porto Alegre

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Família Gianellina com Maria!

Dia da Família Gianellina!
Festa da Apresentação de Maria no Templo!

Antônio Gianelli  desejava fundar o Instituto das “Filhas de Maria” – Irmãs do Horto – no dia 21 de novembro de 1828, com o nome “Filhas da Apresentação de Maria Santíssima no Templo”.[1]  Mas, algumas circunstâncias locais levaram a adiar a fundação do Instituto,  que aconteceu no dia 12 de janeiro de 1829, e a dar outro nome ao mesmo: “Filhas de Maria Santíssima do Horto”.  Mudou a data, mudou o nome, mas a inspiração continuou “mariana”.
Nesse desejo, o Fundador era movido pelo sentido desse mistério da vida de Maria e pensava em cada “Filha” como imitadora de Maria apresentando-se a Deus no Templo, num gesto de total entrega. E, imbuindo-se de Deus no Templo, sair dele para ser presença evangelizadora no mundo.[2]

Nossa Senhora, como a “apresentação” marca a vida da Família Gianellina! Como a vida está cheia de “apresentações”! Como a “Filha de Maria” é chamada a “apresentar-se”... e se apresenta!

Podemos criar uma “ladainha da apresentação” no caminho das Filhas de Maria (FM) e dos outros membros da Família Gianellina (FG):
- Apresenta-se Deus, com seu chamado...  e a Filha de Maria (FM) escuta e responde.
- Apresentam-se desafios no cotidiano... e a FG os enfrenta e se posiciona.
- Apresentam-se pessoas em busca de ajuda, apoio e uma boa palavra... e a FM as acolhe e faz por elas o bem que pode.
- Apresentam-se pessoas marcadas por seus problemas e pela infelicidade... e os membros da FG escutam e agem, fazendo a diferença na vida de muita gente.
- Apresentam-se propostas de serviço em bem das comunidades... e a FM é capaz de dar seu Sim corajoso e generoso, como “serva do Senhor”.
- Apresentam-se notícias tristes sobre a humanidade atingida pela violência, pelas tragédias climáticas, por tantos sofrimentos ... e a FG vigilante, faz alguma coisa de bom pelo próximo.
- Apresentam-se pessoas felizes, que saboreiam os bons frutos de um caminho de vida conforme o Evangelho de Jesus, de coração aberto e solidário... e a FM se une a elas para compartilhar e aprender.
- Apresenta-se a Igreja com sábias orientações, o Papa Francisco com suas palavras iluminadas e desafiadoras... e a FG fortalece o sentido eclesial de sua fé.
- Apresenta-se Gianelli com seu exemplo e suas palavras de Pai e Mestre, Pastor e Missionário... e a FM vai trilhando seu caminho com o mesmo espírito e abrasada pelo mesmo “fogo”.
- Apresenta-se Maria, a mãe de Jesus, a nossa mãe do Horto... e cada FM, cada membro da FG aprende com ela a apresentar-se a Deus e ao mundo, dizendo:  Eis aqui a serva/o servo do Senhor!
- Apresenta-se Jesus e diz: “Eu vim trazer fogo à terra e como gostaria que já estivesse aceso!” (Lc  12,49)... e a FG assume o compromisso de manter aceso no coração o fogo missionário e  espalhar  centelhas desse fogo, apresentando à  humanidade a proposta do Evangelho.

Neste “dia 21 mariano-gianellino”, apresente-se a Deus e agradeça por Ele sempre se apresentar a você com sua graça e sua glória.

Acolhendo o mistério da Apresentação de Maria no Templo, pense a quem, onde e para que você ainda pode apresentar seus dons e seu serviço, seu tempo e seu amor.

Sob o olhar materno de Maria, abra seu coração a tudo o que a vida lhe apresenta, hoje!

Abraços e votos de feliz Dia da Família Gianellina!

Neiva Moresco, fmh











[1] Tarquini, “Maria em nossa Vocação”, p.100 da edição em português.
[2] Idem, p. 104-105 e 108.










terça-feira, 20 de outubro de 2015

Dia de Gianelli e da Família Gianellina!

Antônio Gianelli,

um Santo de Fogo em Foco!

Santo Antônio Maria Gianelli, 
um Santo do seu tempo para todos os tempos!

 Uma história de SANTIDADE...
- Antes do seu nascimento: santidade vivida por sua família.
- Durante sua vida na terra: santidade construída em 57 anos, de 1789 a 1846.                         
- Depois de sua morte: santidade reconhecida pela Igreja, em 21 de outubro de 1951.
 Um Carisma vivido por ele e imortalizado por muitos!
Uma proposta de Santidade para todos os tempos!

Gianelli, um Santo que foi “da vida para o altar”, pela canonização; um Santo que deslocamos “do altar para a vida”, pela atualização do seu Carisma!
Um Santo, um Carisma, uma Causa!  Um Santo,uma Paixão, uma Proposta!

Um Santo movido pelo Evangelho
e pelo Bem da humanidade! 
Um FOGO que AVANÇA!


  Gianelli, Santo de Ferro, Santo de Fogo, 
com altos voos e voos rasantes
 expressos no seu brasão episcopal:

-  Águia - Voos altos: visão e compreensão amplas do mundo e da vida...
-  Chapéu de viagem - voos rasantes: itinerância, missionariedade, “ir onde outros não vão”.
-  Três estrelas - Pai, Filho, Espírito Santo... Fé, Esperança, Caridade.
-  Cordões verdes - aliança...  esperança...
-  Mitra e báculo - poder a serviço da vida... Cajado de pastor...
-  Cruz e coroa com  sete pedras preciosas - Mistério da morte e ressurreição, plenitude da Vida.
-  Lema no brasão - Não tinha ou não chegou ao nosso conhecimento, porque a Palavra de Deus, em sua totalidade, o inspirava: para cada circunstância, “tirava do tesouro do seu coração” (cf  Mt 13,52) a Palavra adequada para seu cotidiano e para cada situação. 
Um Santo Missionário... um Missionário Popular!
Um Santo viável com uma Santidade possívelpara todos, em todos os tempos!

SANTIDADE em FOCO!
Mesmo sem tanta “tecnologia”, viveu e atuou com “magia”: encantamento, paixão, adrenalina espiritual, capacidade de “fazer-se tudo para todos”, em Caridade Evangélica Vigilante! Sóbrio em seu estilo de vida e trabalho: simples, despojado...Solene nas coisas de Deus e da Igreja e na missão evangelizadora: qualificado, capaz de ir às últimas consequências, em grandes e pequenas causas...
 Atitudes de minimidade abrem espaços de plenitude!

 GIANELLI
Um Santo do seu tempo para todos os tempos, porque investiu em “sementes”, espalhou “faíscas”, fez desafios de Vida, mostrou práticas missionárias, alicerçado na Palavra!
Não viveu de modo extraordinário, mas de forma significativa; foi “inteiro” no cotidiano “fragmentado” (viagens, pregações, escritos, oração, meditação, brigas, obras, reuniões, negócios, projetos, amizades, sofrimentos  etc). 

CARISMA GIANELLINO:
- uma “semente” para ser guardada ou espalhada para que brote e dê frutos?... (cf. Mt 13,8)
- uma “luz” para ser posta em lugar visível, para que ilumine os que entram e os que estão na casa... (Lc 11,33; Mt 5,15). Sementes de Santidade fazem brotar vida nova no mundo! Faíscas de Santidade servem para iluminar e aquecer a vida que brota no mundo!

Um convite a você:
 plante a “semente”... espalhe a “luz”!

Fazer muito... “Fazer-se tudo para todos!” (1Cor 9, 22 b)
Pouco tempo... tempo suficiente para tudo e para todos!
Gianelli, um missionário desprendido de tudo, dedicado a todos!
Conectado com Deus e com sua Palavra, com as necessidades das pessoas e com a realidade do mundo!
Um missionário de coração on-line!

 CARIDADE EVANGÉLICA VIGILANTE:
uma “senha” que abre muitas “janelas” de Evangelização
e espalha “sementes” e “faíscas” de Santidade no mundo!

Um convite a você:
digite essa “senha” e acesse a muitas páginas de vida postadas por Gianelli!

Abraços e votos de abençoada Festa Gianellina!
Ir. Neiva Moresco, fmh 





quinta-feira, 30 de julho de 2015

Macaé e a Família Gianellina em festa!

Hospital Público Municipal Irmãs do Horto
- HPMIH -

Em Macaé, no dia 29 de julho 2015, é dado a um Hospital Público Municipal o nome de “Irmãs do Horto”.
Hospital Público como pública foi a primeira imagem de Nossa Senhora do Horto na história... Municipal, próximo, acessível ao povo da localidade. Hospital que pode ser como um Horto bem cuidado para cuidar das pessoas enfermas como quem cuida de flores, vê beleza mesmo na feiura da doença, sente perfume de vida em ambientes com cheiro de medicamentos, doença...


Irmãs do Horto ajudando a transformar o Hospital em lugar de vida,
em Horto de irmãs e irmãos!
Irmãs do Horto: presença diferente que faz a diferença no horto de Macaé!
Pessoas que fazem de suas fraquezas e fragilidades pontos de força na missão!
Suas andanças, semeadura de esperança nos quartos do Hospital ou nas ruas da cidade.
Sua presença, sinal de vida. Suas palavras, lenitivo para os corações que sofrem!
Sua história é missão... Missão que se faz palavra, gesto, trabalho, amor...
Amor
- Sina de um ambiente pró-saúde – É um hospital!
- Sinalização do bem em favor da vida de todos – É público!
- Sinal da grandeza na pequenez – É municipal!
Amor
É o que MARIA, a Mãe de Jesus, a NOSSA SENHORA DO HORTO tem por seus filhos e suas filhas!
Irmãs do Horto: Quantas fizeram de Macaé seu espaço missionário! Quanto já fizeram de Bem todas as que atuaram em Macaé e arredores, ao longo dos tempos! Mesmo que, um dia, se retirem da localidade por motivo de muita idade e pouca saúde, permanecerão as marcas de sua vocação missionária gianellina. Permanecerá no HPM o nome popular da Instituição que, em muitas localidades, está a serviço da vida: “Irmãs do Horto”! Permanecerão as bênçãos da Mãe, nossa Senhora do Horto!

Irmãs do Horto: nome escrito na fachada do prédio, na placa da obra, um nome que há muito tempo está gravado na cidade, nas casas e nos corações; nome que tem uma história de amor construída com irmãs e irmãos do Horto de Macaé!

HPMIH 
Um Hospital vocacionado a ser Horto
Público, Municipal, de Irmãos-Irmãs que se fazem tudo para todos!
É providencial que as palavras Hospital e Horto comecem com a mesma letra, aquela letra que, junto com outras, adquire um som que faz muita diferença!

Pense nisso, alegre-se e seja feliz! 


terça-feira, 21 de julho de 2015

FAMÍLIA GIANELLINA, FAMÍLIA MARIANA!

Julho, para a Família Gianellina, é o “mês de Nossa Senhora do Horto”!
Muita gente fez a Novena em preparação à sua Festa, celebrada no dia 2.
A imagem de Maria erguendo a mão de Jesus para abençoar a todos esteve muito presente nas casas, capelas e corações. Isso deu um colorido espiritual a nossas vidas. Quem quiser, pode expressar seus sentimentos de filial devoção a Maria, colorindo a imagem da foto.
Desenho feito pela prof. Rejane Bortolotto,
do Horto de D. Pedrito
Família Gianellina: filhos e filhas de Maria, “filhos e filhas da Mãe”... 
E de que mãe? Da MÃE do HORTO! Mãe do Filho de Deus, Mãe fecundada pelo Espírito de Deus, Mãe movida pelo bem dos outros.
MÃE do HORTO: título que remete a uma vida simples, sem aparências, vivida no cotidiano; uma vida geradora de mais vida... como as sementes na terra.


Braços estendidos 
para frente e para os outros, 
para o trabalho, a aproximação
e a solidariedade.


Pequenos e grandes 
andando de mãos dadas 
para caminhar melhor, 
proteger, conduzir...





Mãos dadas, 
olho no olho, 
porque juntos/as
mesmo indo mais devagar, 
podemos ir mais longe.


Irmãs do Horto, Filhas de Maria semeando o Evangelho de Jesus no Horto em que Deus nos plantou... no Horto em que somos chamados/as a florescer e frutificar, para alegria da humanidade. 
Sempre no seguimento de Jesus, com as bênçãos de Maria!


quinta-feira, 2 de julho de 2015

Família Gianellina em Festa!

02 de julho, 
Festa de NOSSA SENHORA DO HORTO!

Dia “D” do Instituto das “Filhas de Maria” e de todas as pessoas devotas da Mãe de Jesus!

Dia em que a Família Gianellina se deixa envolver pelo manto de Maria para aprender suas lições e encher-se de bênçãos!

Dia de reavivar o desejo de ser um “horto” cultivado onde florescem e frutificam sementes do Evangelho com matizes do Carisma gianellino!

Dia de estender as mãos para o Futuro e dar-se as mãos na Missão, crendo que agora é a nossa Hora de enraizar nossa vida em Deus, fazer-nos todas a todos, abrindo-nos a novos horizontes de Comunhão e Profecia!

Dia de alegrar-se por ser Família em Missãoajudando o mundo a ser "Horto de Maria"!


segunda-feira, 29 de junho de 2015

Família Gianellina em ritmo de festa!

“Sob a vossa proteção nos acolhemos, santa Mãe de Deus!”



     Faltam três dias para a festa...

Estão em oração e reflexão muitas pessoas devotas de Maria, Mãe de Jesus, sob o título de Nossa Senhora do Horto. É a Família Gianellina acolhendo a Palavra de Deus e orando à sua Padroeira.

Faltam três dias para a festa... 

Estamos juntos/as, aprendendo da Mãe Maria muitas lições de vida, no caminho do Evangelho de Jesus. Estamos buscando em Maria proteção e ensinamentos, para continuarmos, como ela, “movidos pelo bem do outro”.
Em muitas partes do mundo, há pessoas rezando, refletindo e partilhando a caminhada, iluminadas pela Palavra e conduzidas por Maria, a Mãe do Horto. Que Ela nos ajude a viver na alegria, em Caridade evangélica vigilante!

Ó Maria que, por vossa virgindade fecunda, merecestes ser “Horto fechado e Fonte selada”, reservando vosso coração exclusiva e incondicionalmente para Deus, olhai-nos com amor de Mãe. Pelo amor especial que tendes, qual horto fecundo de graças e salvação, alcançai-nos de Jesus, o Filho que trazeis nos braços, contínua conversão de vida, crescente amor ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo e solícito amor fraterno. Amém.


"Pelas estradas da vida, nunca sozinho estás. 
Contigo pelo caminho Santa Maria vai!
Ó, vem conosco, vem caminhar, Santa Maria, vem!"

Abençoada festa de Nossa Senhora do Horto, no dia 02 de julho!